Blog Archives


Avatar leva o primeiro prêmio…

postado por Lucas Cunha @ 3:21 AM
08/03/2010

Parece tarde, mas na primeira categoria em que disputava, “Avatar” leva o primeiro prêmio da noite, por melhor direção de arte, para o trio Rick Carter, Robert Stromberg, Kim Sinclair.

“Queremos dedicar esse prêmio ao genial James Cameron. É incrível trabalhar com alguém tão genial…”, disse um dos premiados.


Sam Worthington: de avatar a herói “olímpico”

postado por Andreia Santana @ 11:07 PM
26/02/2010
sam_worthington

Sam Worthington, estrelado após viver Jake Sully em Avatar

O australiano (ele nasceu na Inglaterra mais foi criado na Austrália) Sam Worthington, 33, é a bola da vez em Hollywood e comprova que o “toque de Midas” do diretor James Cameron não se aplica apenas a cifras astronômicas arrecadadas em mega-produções. Assim como aconteceu com Leonardo Di Caprio, após viver Jack, o clandestino passageiro do navio de luxo e par romântico de Kate Winslet em Titanic; a vida de Sam já não é mais a mesma após encarnar (em versão humana e navi) Jake Sully, o herói de Avatar.

titanic

Leonardo "aconteceu" após o sucesso de Titanic

A diferença é que, antes de Titanic, Leonardo já havia mostrado potencial em filmes como Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador (1993), ao lado de Johnny Depp; Total Eclipse (1995), onde vive o poeta Rimbaud na juventude; e  Romeu & Julieta, de 1996 (todos três, filmes queridinhos nos anos 90, mas nenhum com a popularidade de “febre mundial” que Titanic alcançou naquela década). Depois de Jack, o ex de Gisele Bünchen de fato “aconteceu”.

terminador-4-sam

Após papel em Exterminador do Futuro 4...

Já Sam Worthington, antes do fuzileiro paraplégico e salvador dos navi em Avatar, só tinha de notável no currículo (notável no quesito blockbuster, pois é desse “gênero” que estamos tratando, embora ele já tivesse feito mais de 10 filmes) o Exterminador do Futuro IV.  Agora, passada a celeuma avatariana, Worthington já tem três filmes em pós-produção: Tell Me, The Debt,  e o remake de Fúria de Titãs, onde viverá ninguém menos que o mitológico Perseu, o herói “olímpico” da história.

...Sam encara Perseu

...Sam encarna Perseu

Mais do que em Avatar, onde havia toda uma intencionalidade em manter o humano na sombra do navi, afinal era a consciência de Jake que habitava outro corpo, que por sua vez, era quem vivia a ação; o desafio de Fúria de Titãs é bem maior. Primeiro porque trata-se de um remake de um filme considerado clássico dos anos 80, e depois porque Perseu é um dos ícones da mitologia, um semi-deus trágico e complexo, com todas as camadas e nuances dos heróis gregos da antiguidade. Perseu é um personagem clássico, que tem vida há milênios na literatura e nos mitos passados geração após geração.  Resta esperar a estreia do filme para ver o quanto à vontade o ator ficará na pele do matador da Medusa e do Krajen, sem que desta vez exista um “avatar” para dividir os holofotes com ele.


Avatar desbanca Titanic e A Era do Gelo 3

postado por Andreia Santana @ 3:05 PM
09/02/2010
Tal qual um titã bíblico, Avatar abriu o bocão e engoliu todos os recordes de bilheteria mundiais

Tal qual um titã bíblico, Avatar abriu o bocão e engoliu todos os recordes de bilheteria mundiais

Para quem andava sentindo falta de conferir a bilheteria de Avatar no Brasil, até porque a última aferição da Fox New Corp. que ultrapassava a casa dos R$ 2 bilhões não incluía a terrinha verde e amarela, foram divulgados nesta terça-feira, pela Fox do Brasil, o número de público e o valor de venda de ingressos até o momento no país. Anotem aí: Avatar, desde o seu lançamento em dezembro de 2009, faturou no Brasil (repito fãs, estou falando apenas do Brasil) a bagatela de R$ 81 milhões e teve um público, também nos cinemas brasileiros, de 7.507.747 pessoas, batendo portando os recordes que pertenciam anteriorimente ao longa Titanic, do mesmo diretor James Cameron (esse homem tem mesmo o toque de Midas!) e a animação A Era do Gelo 3.

Na verdade aconteceu assim, Titanic era o recordista absoluto nacional até 2009. Daí, ano passado, foi desbancado pela troupe formada pela preguiça Sid, o tigre Diego e o mamute Manny. Mas, a coroa durou pouco na cabeça da turminha da Era do Gelo (que pena!) e agora, Avatar, 0 arrasa quarteirão que já entrou para  história, arrebatou o título da produção brazuca e se instalou no topo do podium nacional.  No Brasil,  as salas 3D participaram deste resultado, registrando o maior público para estas salas desde sua instalação nos cinemas brasileiros: mais de 3 milhões de pessoas. Vale lembrar que o ingresso para filme em 3D é bem mais caro.

O filme Avatar tem nove indicações ao Oscar. sete em categorias técnicas

O filme Avatar tem nove indicações ao Oscar. sete em categorias técnicas

Mas, como nem tudo são flores, Avatar, vencedor do Globo de Ouro com os prêmios de melhor filme e melhor diretor e candidato ao Oscar nessas mesmas categorias, além daqueles técnicas que com certeza vai papar todas, totalizando nove indicações em 2010 (James Cameron não bateu seu próprio recorde desta vez, porque Titanic, em 1997, teve 14 indicações) porém, depois de sete semanas invicto no ringue de líder de bilheteria, foi desbancado na América do Norte (e agora, estou falando apenas de EUA e Canadá) pelo drama Dear John, no último fim de semana.

Nada que chegue a abalar a reputação adquirida pelo filme e nem que influencie na conta dos bilhões faturados pelo atual mais visto de todos os tempos, no mundo todo. Sendo que a conta, como a Fox já esclareceu,  não leva em consideração a inflação. Portanto, se algum nerd resolver conferir por exemplo, a bilheteria atual de Avatar com a de Titanic corrigida pela inflação de 1997 até agora, me avisa tá? Que fiquei curiosa para saber o resultado desta conta digna do matemático Osvald de Souza.

A real é  que o povo americano adora uma novidade e depois de um mês e meio, enjoaram de Avatar e por lá já elegeram outra bola da vez. Mas a corrida do Oscar continua, com Guerra ao Terror, da ex-mulher de Cameron, com fortíssimas e reais chances de “roubar” de Avatar os quase certos oscars de melhor filme e direção. Em se tratando da Academia de Hollywood, “clima de já ganhou” é algo sempre perigoso. Oooh povinho que vez por outra frustra as expectativas dos fãs esse da Academia viu.

Feliz de verdade, eu ficaria era se Up-Altas Aventuras, que já ganhou o Annie Awards, faturasse além do Oscar de Animação, também o de Melhor Filme. Seria a zebra mais bonita, listrada e justa de toda a história da premiação (na minha opinião modesta, ok leitores?). Embora seja utopia, estou na torcida. Mas se Guerra ao Terror levar também, vai ser bacana, primeiro porque a diretora é mulher (olha o feminismo atuando só um tiquinho) e, em segundo, porque o filme é realmente muito bom. James Cameron já ficou mais rico que o tio Patinhas, seu filme já ganhou dois globos de ouro, agora ele pode passar os holofotes pros coleguinhas.


Oscar 2010: Academia divulga lista de indicados

postado por A Tarde Online @ 6:45 PM
02/02/2010

Avatar teve 9 indicações. Embora tenha batido o recorde de bilheteria de Titanic, também de James Cameron, não bateu o recorde de indicações ao Oscar. Titanic teve 14 indicações.

Avatar teve 9 indicações. Embora tenha batido o recorde de bilheteria de Titanic, também de James Cameron, não bateu o recorde de indicações ao Oscar. Titanic teve 14 indicações.

A Academia de Hollywood divulgou na manhã desta terça-feira, 2,  a lista de indicados que concorrerão ao Oscar 2010. Dividem a liderança de indicações os filmes “Avatar” e “Guerra ao Terror”. Cada produção concorre em nove categorias. Confira a listagem completa logo abaixo e aproveite para deixar um comentário sobre os seus favoritos em uma das mais importantes premiações do cinema mundial.

Melhor Filme

Avatar
The Blind Side
Distrito 9
Sedução
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios
Preciosa
A Serious Man
Amor sem Escalas
Up – Altas Aventuras

Melhor Diretor

Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror)
James Cameron (Avatar)
Jason Reitman (Amor Sem Escalas)
Quentin Tarantino (Bastardos Inglórios)
Lee Daniels (Preciosa)

Melhor Ator

Jeff Bridges (Crazy Heart)
Morgan Freeman (Invictus)
Jeremy Renner (Guerra ao Terror)
George Clooney (Amor Sem Escalas)
Colin Firth (A Single Man)

Melhor Atriz

Sandra Bullock (Um Sonho Possível)
Meryl Streep (Julie & Julia)
Carey Mulligan (Educação)
Helen Mirren (The Last Station)
Gabourey Sidibe (Preciosa)

Melhor Ator Coadjuvante

Christoph Waltz (Bastardos Inglórios)
Woody Harrelson (O Mensageiro)
Matt Damon (Invictus)
Stanley Tucci (Um Olhar do Paraíso)
Christopher Plummer (The Last Station)

Melhor Atriz Coadjuvante

Mo’Nique (Preciosa)
Anna Kendrick (Amor Sem Escalas)
Vera Farmiga (Amor Sem Escalas)
Maggie Gyllenhaal (A Single Man)
Penelope Cruz (Nine)

Melhor Roteiro Original

Quentin Tarantino (Bastardos Inglórios)
Mark Boal (Guerra ao Terror)
Joel e Ethan Coen (A Serious Man)
Alessandro Camon e Oren Moveman (O Mensageiro)
Bob Peterson e Pete Docter (Up – Altas Aventuras)

Melhor Roteiro Adaptado

Jason Reitman e Sheldon Turner (Amor Sem Escalas)
Neill Blomkamp (Distrito 9)
Nick Hornby (Educação)
Geoffrey Fletcher (Preciosa)
Jesse Armstrong, Samon Blackwell, Armando Iannucci e Tony Roche (In the Loop)

Melhor Filme Estrangeiro

Ajami (Israel)
O Segredo de Seus Olhos (Argentina)
A Teta Assustada (Peru)
Un Prophète (França)
A Fita Branca (Alemanha)

Melhor Animação

Up – Altas Aventuras
The Secret of Kells
Coraline e o Mundo Secreto
A Princesa e o Sapo
O Fantástico Sr. Raposo

Melhor Fotografia

Avatar
Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios
A Fita Branca

Melhor Direção de Arte

Avatar
O Imaginário Mundo do Dr. Parnassus
Nine
Sherlock Holmes
The Young Victoria

Melhor Figurino

Bright Star
Coco Antes de Chanel
O Imaginário Mundo do Dr. Parnassus
Nine
The Young Victoria

Melhor Som

Avatar
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios
Star Trek
Up – Altas Aventuras

Melhor Efeitos Sonoros

Avatar
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios
Star Trek
Transformers: A Vingança dos Derrotados

Melhor Montagem

Avatar
Distrito 9
Guerra ao Terror
Bastardos Inglórios
Preciosa

Melhor Efeitos Visuais

Avatar
Distrito 9
Star Trek

Melhor Maquiagem

Il Divo
Star Trek
The Young Victoria

Melhor Trilha Sonora

O Fantástico Sr. Raposo
Guerra ao Terror
Sherlock Holmes
Up – Altas Aventuras
Avatar

Melhor Canção

Almost There, de A Princesa e o Sapo
Down in New Orleans, de A Princesa e o Sapo
Loin de Paname, de Paris 36
Take It All, de Nine
The Weary Kind, de Coração Louco

Melhor Curta-Metragem (animação)

French Rost
Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty
The Lady and the Reaper
Logorama
A Matter of Loaf and the Death

Melhor Curta-Metragem

The Door
Instead of Abracadabra
Kavi
Miracle Fish
The New Tenants

Melhor Curta-Metragem (documentário)

China’s Unnatural Disaster: The Tears of Sichuan Province
The Last Campaign of Governor Booth Gardner
The Last Truck: Closing of a GM Plant
Music by Prudence
Rabbit à la Berlin

Melhor Documentário

Burma VJ
The Cove
Food, Inc.
Which Way Home
The Most Danger Man in America: Daniel Ellsberg and the Pentagon Papers


Sobre listas, recordes de bilheteria e Avatar

postado por Andreia Santana @ 10:53 PM
26/01/2010
James Cameron e equipe de Avatar durante premiação do Globo de Ouro 2010, quando a produção venceu o prêmio de Melhor Filme na categoria drama

James Cameron e a equipe de Avatar durante premiação do Globo de Ouro 2010, quando a produção venceu o prêmio de Melhor Filme na categoria drama

No ano passado, publiquei aqui no blog uma lista de maio de 2009, da revista Super Interessante – feita, por sua vez, com base no Imdb, dos 30 filmes mais vistos da história do cinema. A lista misturava filmes clássicos e alguns de produção mais recente, de 2000 para cá, e atualizava as bilheterias (dos Estados Unidos e Canadá apenas) de acordo com a inflação. Daí, liderando a lista da Super está o filme E o Vento Levou, que pela inflação corrigida pelos dias de hoje (melhor dizendo, pelos dias de maio de 2009) teria rendido à MGM nada menos de US$ 1,455 bilhão de dólares. Sendo que foi lançado em 1940. Vocês podem imaginar o “quiprocó” que deu essa lista. Leitores indignados reclamando que era impossível E o Vento Levou ter sido mais visto que a franquia Harry Potter, outros bradando (melhor, escrevendo) que era injustiça imperdoável Titanic ocupar apenas a sexta posição dessa mesma polêmica lista de maio passado, quando todo mundo sabe que o filme foi um arrasa-quarteirão e que lidera outras tantas listas mundo afora.

Bom,  todo mundo sabe que lista é antes de mais nada um negócio subjetivo e cheio de variáveis. Leva em conta, por exemplo, se a bilheteria é só do fim de semana ou de um período de tempo maior; se é contada só a partir das duas maiores praças (Estados Unidos e Canadá) ou se considera todos os países (incluindo os mercados emergentes na área de cinema, como o asiático e os países do Leste Europeu após a Cortina de Ferro); se leva ou não leva em conta a inflação e a cotação do dólar; se considera a população mundial (muito diferente nos anos 40 e nos anos 2000, lógico!) e claro, principalmente, se leva em conta o lobby e o interesse dos estúdios em puxar a brasa para sua sardinha. Um verdadeiro duelo de matemáticos minha gente!

Resumo da ópera: como disse o leitor Denilson, o que mais tem nesse mundo é lista. E todas estão relativamente corretas a depender do ponto de vista e das tais variáveis levadas em consideração na sua elaboração.

Cena de Avatar, o mais novo arrasa-quarteirão recordista absoluto de James Cameron. O homem tem toque de Midas, o que ele toca vira ouro!

Cena de Avatar, o mais novo arrasa-quarteirão recordista absoluto de James Cameron. O homem tem toque de Midas, o que ele toca vira ouro!

Mas, para deixar os fãs de Avatar explodindo de tanta felicidade, foi divulgado nesta terça pela Agência de Notícias Reuters, que a mais recente produção de James Cameron já é o filme mais visto da história em todos os tempos, superando inclusive Titanic, que era o recordista até então segundo os cálculos da Fox News Corp. Comemorem aí meninos e meninas, porque Avatar faturou até o momento R$ 1,859 bilhão de dólares, batendo os 1,843 bilhão de Titanic e como vocês já perceberam, desbancando o inflacionado E o Vento Levou, que se manteve quase intocável por décadas.

Detalhe:  Segundo o executivo da News Corp,  Greg Brilliant, que falou ao repórter da Reuters, essa contagem considera a arrecadação mundial desde o lançamento do filme e não apenas EUA e Canadá ou a semana de estreia. Ele também adverte que  os números não estão ajustados pela inflação. Olha aí uma variável aparecendo de gaiata no navio! Provavelmente, aplicando-se a inflação de 1997 (ano de Titanic) para cá, o resultado seja outro. E viva a matemática!

Avatar bateu ainda outro recorde, manteve-se no topo das bilheterias da América do Norte (EUA e Canadá), França, China, Alemanha e Rússia, por seis semanas seguidas, diz a matéria da Reuters.

Infelizmente,  o Brasil e todos os apaixonados fãs dos Na´vi aqui na terrinha verde e amarela não são citados na matéria da agência internacional.

P.S.: Fiquei tentada a escrever um post contando pra vocês a historinha da realização do épico E o Vento Levou. Afinal, o filme é um respeitável “senhor de 70 anos” que na sua época representou para o público o que Avatar representa nos dias de hoje.