Blog Archives


Scorcese mergulha em fábula que homenageia Georges Méliès

postado por Andreia Santana @ 6:38 PM
05/12/2011

O Cineinblog cantou a pedra no ano passado e a primeira fábula infanto-juvenil de Martin Scorcese tem previsão de estreia no Brasil em 20 de janeiro. A obra chega à telona em versão convencional e 3D. Segundo notícia desta segunda-feira, da Agência France Press (leia completa aqui), A invenção de Hugo Cabret, baseado no livro homônimo de Brian Selznick, homenageia a sétima arte e faz uma reverência especial ao cinema fantástico de Georges Méliès (1861 – 1938).

O filme é ambientado em Paris, nos anos 30, especificamente no período entre guerras, e conta a história de Hugo Cabret, um órfão de 12 anos – vivido por Asa Butterfield, de O menino do Pijama Listrado – que mora numa estação de trem, sozinho e cercado de relógios, de um robô quebrado e de um caderno com instruções para consertá-lo.

O pai de Hugo, vivido pelo ator Judd Law, sumiu após um incêndio e a obsessão do menino é dar vida ao robô, o que ele só pode fazer usando uma chave que se encontra na loja de brinquedos de um velho amargo e triste (papel do sempre bom de ver Ben Kingsley). O que Hugo não sabe é que o homem é o fabuloso Méliès, um mágico de profissão que é apaixonado por cinema.

Em entrevista recente à imprensa, Scorcese disse que se identificou com Hugo Cabret e com a solidão do personagem assim que leu o livro de  Selznick. O cineasta disse ainda que a história o fez lembrar de sua infância em Nova York e dos seus primeiros contatos com o cinema, vendo filmes antigos de Georges Méliès.

As filmagens – Scorcese filmou Hugo Cabret no segundo semestre de 2010, usando cenários originais em Paris e também recriações da Cidade Luz nos anos 30, em locações em Londres. Nos estúdios Shepperton, na periferia da capital inglesa, foi reconstruída uma estação de trem parisiense semelhante à Gare du Nord, à Gare du Lyon e à Gare Montparnasse, já desaparecida.

É esperar janeiro chegar!

Veja o trailer de A Invenção de Hugo Cabret (legendado):


A Hora da Escuridão para amantes de filme catástrofe

postado por Andreia Santana @ 10:11 PM
22/11/2011

Com estreia prevista para 30 de dezembro no Brasil, A Hora da Escuridão, de Chris Gorak, que tem de mais notável no currículo  o trabalho como diretor de arte do excelente Clube da Luta e a direção de O procurado, é mais um daqueles para agradar aos fãs de filmes catástrofe, recheados de situações limites e jovens e bravos heróis que salvam a humanidade. O filme entrará no circuito em 3D e no formato convencional. A produção do longa é de Timur Bekmambetov (Guardiões da Noite).

A sinopse: Um desastre global inexplicável atinge a Terra, causando pane em aparelhos eletrônicos. Um grupo de americanos e britânicos que está de visita a Moscou acaba preso nos escombros da cidade, tentando sobreviver a qualquer custo em refúgios. Essa força anônima parece dizimar a população. Mas o grupo irá se unir a outros sobreviventes para lutar e defender o planeta.

Veja o trailer de A Hora da Escuridão:


Comédia nacional explora a ganância

postado por Andreia Santana @ 6:06 PM
21/11/2011

Mais uma comédia nacional chega aos cinemas no próximo dia 2 de dezembro.O filme Assalto de Fé é dirigido por Cibele Amaral, que também atua no longa. O mote é a ganância e a produção explora desde os pequenos trambiques de um trio de amigos, até a sede de dinheiro de alguns cultos religiosos que  promovem “lavagens cerebrais” nos fieis em busca de doações. O tema promete polêmica.

O cantor Falcão interpreta um pastor no filme

O roteiro é baseado no conto Trabalho do Galinha Preta, de Evandro Vieira, que co-assina o roteiro junto com Cibele Amaral e Fernando Campos. No elenco estão ainda Alexandre Carlos, vocalista da Natiruts, que vive o personagem Galinha Preta; Jovane Nunes, Lauro Montana, André Deca e Alessandro Santos. O cantor Falcão faz uma participação especial como um pastor evangélico e alguns grupos de comédia como “Os melhores do mundo” e “G7” também aparecem no filme, que foi rodado em uma cidade satélite do Distrito Federal.

A sinopse - Depois de vários golpes frustrados que os levaram a trabalhar como empacotadores em um supermercado, os amigos Galinha Preta e Lapão aceitam participar do assalto a uma igreja evangélica, organizado pelo agora desafeto de Galinha, Jerônimo. Ele se infiltrou ali e trabalha como tesoureiro, namora a filha do pastor e planeja o golpe justamente no dia de um grande show Gospel. Para fechar o grupo contratam como motorista o Japonês, um glutão que só pensa em comida e Nildinha, uma streaper evangélica, que por conta de um sonho, passa a seguir os “conselhos” de Galinha Preta…

Veja o trailer de Assalto de Fé:


Reino dos Felinos é exibido no Cinemark

postado por Andreia Santana @ 3:02 PM
22/08/2011

A partir desta sexta-feira, dia 26, a Rede Cinemark exibirá o longa Reino dos Felinos, da Disneynature (Walt Disney), no complexo do Salvador Shopping (Av, Tancredo Neves, 2915). Dirigido por Alastair Fothergill (Terra) e Keith Scholey, Reino dos Felinos conta as histórias dos reis da savana africana, entre eles: Mara, a filha de uma leoa ferida, porém determinada; Sita, uma corajosa guepardo, mãe solteira com cinco filhotes recém-nascidos, que tenta fazer do lugar mais selvagem da Terra o seu lar; e Kali, um leão que foi banido de seu bando e retorna com os filhos para retomar o seu lar.  O documentário mescla a intimidade e os laços familiares dos bichos com o poder da natureza. Para quem gosta de temáticas como vida selvagem e superação (no melhor estilo A marcha dos pinguins), é uma boa pedida!

Veja o trailer dublado de Reino dos Felinos:


Road-movie e literatura de auto-ajuda em “Onde está a felicidade?”

postado por A Tarde Online @ 4:14 PM
18/08/2011

O caminho de Santiago de Compostela, um percurso religioso secular que se estende por toda Península Ibérica, é conhecido por proporcionar aos seus peregrinos a sensação de descoberta. Uma vez percorrido, encontra-se paz, redenção e autoconhecimento – uma pequena visão do paraíso. Em “Onde está a felicidade?”, filme que estreia nesta sexta-feira (19), essa é a graça pretendida por Teodora, personagem interpretada por Bruna Lombardi.

Aqui, a trajetória anseia ser cômica. Teodora é uma apresentadora de um programa de receitas afrodisíacas que descobre que seu marido, vivido por Bruno Garcia, mantém uma amante virtual. Dosando antidepressivos e estimulantes, recorre ao caminho de Compostela – acompanhada do diretor de seu programa, Zeca, interessado em tirar da experiência um novo formato para a TV, e da espanhola Milena, que espera alcançar o aval divino para a prosperidade financeira.

Emulando um road-movie americano, “Onde está a felicidade?” é escrito com a proposta do gênero. É um filme de descoberta, em que a viagem física reflete-se nos personagens. O roteiro, de autoria da própria Bruna Lombardi, importa uma estrutura conhecida do público. Acrescendo o sotaque e as cores de Almodóvar (Teodora frequenta o mesmo guarda-roupa das protagonistas do diretor espanhol), lá estão o conflito, a viagem, o encontro.

Em “Onde está a felicidade?”, no entanto, a estrutura é poupada das nuances, do pequeno universo necessário para sustentar o arcabouço estabelecido. Corroborado pela direção de Carlos Alberto Riccelli, o roteiro molda um filme no qual as convenções de um gênero (nesse caso, o road-movie) ocupam o centro. Ao espectador, é dada a intenção, mas não o motivo capaz de catapultá-lo para a história.

A parceria Riccelli/Lombardi, em seu terceiro trabalho, entrega a superfície de um filme que lida com questões existenciais. Teodora mimetiza uma busca que é universal e construir sua narrativa, ainda que pela vertente cômica, perpassa expor emoções complexas e reais. Sem elas, o que fica é o pastiche, o equivalente cinematográfico ao livro de auto-ajuda – bem intencionado, mas preso a uma encenação artificial.