Feciba terá mostra infantil de curtas

postado por Andreia Santana @ 10:31 AM
18/05/2013

A bicicleta do vovô / Crédito da imagem: Divulgação

O III Festival de Cinema Baiano (Feciba), que acontece em junho, em Ilhéus, terá uma mostra infanto-juvenil com quatro curtas-metragem: três filmes de ficção e um documentário. A mostra acontece no dia 12, às 10h, no Cine Santa Clara, que sediará o evento.

Na programação estarão os filmes A bicicleta do vovô,  de Henrique Dantas (Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano), premiado na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, em 2012; O velho e os três meninos, de Henrique Filho; Pequeno, de Ernesto Molinero, ganhador do Prêmio Brenge Engenharia no IV CineCreed – Mostra de Filmes Digitais; e o documentário Maria vai ca’s vaca, de Luara Dal Chiavon, premiado no Cine Virada Cultural UFRB – 2012.

O Feciba traz ainda uma mostra competitiva com 14 curtas-metragens e mostras temáticas como a Sexualidades, com filmes sobre o universo LGBT, exibição de longas e curtas de diversos gêneros. O evento é uma realização da Voo Audiovisual e da NúProArt, através do Edital Setorial de Audiovisual 2012, da Secretaria de Cultura da Bahia.


Filmes com temática LGBT movimentam programação do III Feciba

postado por Andreia Santana @ 1:45 PM
14/05/2013

O III Festival de Cinema Baiano (Feciba), que acontece em junho, em Ilhéus, irá exibir três curtas-metragem com temática LGBT. A Mostra Sexualidades acontecerá no dia 9, a partir das 17h30, no Cine Santa Clara, com a exibição de Da Alagria, do Mar e de Outras Coisas, de Ceci Alves, Desvelo, de Clarissa Rebouças e Jéssica Cristopherry, de Paula Lice, Ronei Jorge e Rodrigo Luna.

Da Alegria, do Mar e de Outras Coisas / Crédito da Foto: Eloi Correa – Divulgação

Da Alegria…, segundo filme de Ceci Alves, que também roteirizou e dirigiu o premiado curta Doido Lelé, é inspirado no caso real de duas travestis baianas que foram vítimas de violência policial. O episódio, ocorrido na orla de Salvador nos anos 90, culminou com a morte de uma delas. A produção, que recebeu menção honrosa no VIII CineFuturo, conta a história a partir da memória da sobrevivente.

Desvelo, de Clarissa Rebouças, foi premiado no VIII Panorama Internacional Coisa de Cinema. Enquanto Jéssica Cristopherry é um documentário que mostra a construção de uma transformista, fazendo uma homenagem a esse universo.

Jéssica Christopherry / Crédito da foto: Divulgação

Durante o Feciba ocorrerão ainda a mostra competitiva com 14 curtas e as mostras Infantojuvenil e Bahia Adentro; além da exibição de longas-metragem de diferentes épocas.

O Festival de Cinema Baiano é uma realização da Voo Audiovisual e da NúProArt, viabilizada pelo Edital Setorial de Audiovisual 2012, da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult-Ba).

 


CineFacom lança making of de A Cartomante

postado por Andreia Santana @ 11:01 AM
25/03/2013

O CineFacom terá uma edição especial no próximo dia 4 de abril, quando o projeto fará a exibição do making of do curta metragem A cartomante. O evento acontece às 19h, no auditório da Faculdade de Comunicação da Ufba (Campus de Ondina), seguido da exibição do curta e de um bate papo com os diretores Matheus Cunha (do making of) e Adriano Big (de A cartomante). O CineFacom é uma iniciativa do Centro Acadêmico Vladimir Herzog (CAFacom).

Equipe técnica do making of de A cartomante

O Projeto do curta foi resultado do trabalho de investigação de linguagem cinematográfica do diretor, roteirista e ator, Adriano Big. Adaptado do conto homônimo de Machado de Assis, A Cartomante (25min,2013), inova ao conduzir uma trama em narrativa não linear, em um único plano sequência.

A história - O clássico triângulo amoroso machadiano conta a história de Camilo, que se apaixona por Rita, esposa de seu amigo-irmão Vilela, encontrando nela reciprocidade. A cartomante aparece como fio condutor, um oráculo que impulsiona os amantes a um desfecho trágico.

Programe-se e vá lá ver:

O quê: CineFacom edição especial com exibição do making of do curta A Cartomante

Quando: dia 4 de abril (quinta-feira) às 19h

Onde: auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA (Campos de Ondina)

Quanto: Entrada franca

*Com informações enviadas pelo CAFacom


CineMaterna exibe O lado bom da vida

postado por Andreia Santana @ 4:03 PM
18/02/2013

O projeto CineMaterna, com sessões exclusivas para mães com bebês até 18 meses de vida, exibirá a comédia romântica com oito indicações ao Oscar 2013, O lado bom da vida, estrelada por Bradley Coooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro. A sessão ocorrerá nesta terça, dia 19, às 14h, no Cinépolis do Shopping Bela Vista (Ladeira do Cabula).

O objetivo da ação, promovida pela Associação CineMaterna, é proporcionar às mães um lazer sem a preocupação de incomodar outros espectadores das sessões comuns. Todo o clima da sessão especial é preparado de forma a atender mães e bebês. A estrutura da sala contempla fraldário, tapetes especiais para as crianças que já engatinham, estacionamento para carrinhos, além de ser climatizada com ar condicionado e som mais baixo do que as das salas convencionais.

Serviço:

O quê: CineMaterna – O Lado Bom da Vida
Quando: Terça-feira , dia 19, às 14h
Onde: Cinépolis Bela Vista – Shopping Bela Vista
Quanto: Ingressos na bilheteria a R$ 12

>>Confira a sinopse do filme e veja o trailer no Cineinsite.


Documentário sobre Cuíca de Santo Amaro é exibido em praça pública

postado por Andreia Santana @ 11:42 AM
12/11/2012

Cena do documentário Cuíca de Santo Amaro

O Projeto Cinema na Praça terá uma sessão especial, dentro da programação do Festival CineFuturo, nesta quarta-feira, dia 14, às 18h. Na ocasião, na praça Thomé de Souza (Municipal), será exibido o documentário Cuíca de Santo Amaro, de Josias Pires e Joel de Almeida. A entrada é franca e como a programação ocorre ao ar livre, em caso de chuva, não há exibição.

Lançado na abertura do CineFuturo, na última sexta-feira, 09, Cuíca tem 74 min e é um importante registro da vida do cordelista e mestre trovador José Gomes (1907–1964), que ficou conhecido como Cuíca de Santo Amaro por arranjar no violão o som da cuíca.

O documentário é fruto de seis anos de pesquisa do jornalista Josias Pires e do historiador Joel Almeida, cineastas baianos e admiradores do personagem-inspiração da história. No filme, a câmera desloca-se pelos lugares por onde Cuíca costumava circular na velha Bahia, entre 1925 e 1964.

Fragmentos da trajetória de vida do poeta são contados por seus familiares, por pessoas do povo e por intelectuais que o conheceram e viram suas performances em Salvador e no Recôncavo Baiano. Cuíca de Santo Amaro produzia livretos para noticiar fatos do cotidiano e dos bastidores do poder de modo escandaloso, reflexivo e divertido. Deixou um legado picante e irônico da vida baiana, numa reedição, com a picardia do recôncavo, do que fazia Gregório de Mattos na época colonial.

O Festival CineFuturo é uma realização da VPCinemavideo, com patrocínio do Fazcultura – Governo da Bahia e Chesf – Governo Federal.  A programação completa do Festival CineFuturo pode ser conferida em www.cinefuturo.com.br.